+5 votos
67 visitas
perguntado em Família e Relacionamento por Prata (26,5K pontos)

Ou os dois?  As razões e proporções são diferentes?

Isto inclui praticar crimes pelo outro, como no clip.

6 Respostas

+1 voto
respondida por (1,4K pontos)
editado por
Acho que  depende do que se trata, e ainda assim, precisamos ter muito cuidado pra não cair no senso comum. Homens, de maneira geral,  tendem a ser mais sensíveis a determinados assuntos do que mulheres (portanto, mais suscetíveis a acreditar em um discurso), e vice-e-versa. E essa diferença pode se dar tanto pela criação individual que cada um recebeu, pela personalidade, quanto pela questão fisiológica que usualmente diferencia homens e mulheres.
+1 voto
respondida por (2,3K pontos)
Ainda bem que disse "se deixa enganar", porque ninguém nos engana sem a nossa permissão.
Porém isso não pode ser definido por sexo,  depende da propensão e da "necessidade" de casa um.
+1 voto
respondida por Prata (47,2K pontos)
Históricamente se deixou mais a mulher. Até porque, culturamente, estava aceitado. Sobretudo em culturas como a latina, onde o machismo foi/é mais marcado.

Além que na mulher(nao estou generalizando) sempre existiu esse medo á desprotecao económica. Era o homem que devia trazer o pao a casa, entao, indiretamente, tinha essa "permissao". A mulher era a que ficava em casa cuidando da familia e nao contava com o tempo para conhecer novas pessoas(embora, algum vizinho nao deixava de ser uma tentacao, rs), como atualmente acontece nos ámbitos de trabalho, onde a mulher tem logrado uma bem maior participacao.

Mas esse "patriarcado" foi e está mudando de a pouco. Hoje a liberalizacao da mulher é muito mais exposta(falando da cultura ocidental básicamente). Já nao suporta ser a débil e submissa da história, Há estudos que contam que, atualmente, a mulher engana mais, mas a porcentagem é praticamente a mesma(52-48%).

Também estao os caso de posse doentia, onde nao se suporta a infidelidade, e acaba com suícidios, assassinatos da/o parceira, para dizer verdade acontece bem mais do homem para com a mulher. Mas isso sao casos extremos que, mesmo havendo muitos, sao poucos percentualmente.



Boa tarde.
+1 voto
respondida por Prata (36K pontos)
Há uma ideia de que essa questão seja de gênero, da mulher deixar-se enganar mais do que o homem porque a nossa história tem base PATRIARCAL mas não tenho isso como verdade...

Já dizia a música "mulher nova bonita e carinhosa, faz o homem gemer sem sentir dor"...

Em relatos históricos e Bíblicos e se vê a história de Sansão, Ou de que uma dança fez com que João Batista fosse decapitado, Lilith tendo autonomia no Paraíso enquanto Eva era a mulher que se submeti ao homem...



Na verdade Isso não depende de gênero, depende de algo maior... De uma tradição cultural... desde cedo os homens são ensinados a não amar porque amor "só de mãe" ou ao se apaixonar verdadeiramente e fielmente pela primeira vez e sendo magoado ele se transforma e nunca mais é o mesmo, porque "homem não chora", homem é Alfa, Homem é racional e aí é induzido a ser poligâmico como se isso pertencesse a sua natureza mas hora, temos um cérebro e somos capazes de sentir, nos apegarmos e pensar quão valioso é O AMOR.

O verdadeiro amor não se constitui em ter vários e provar de todas PORQUE TODAS SÃO "IGUAIS" mulheres com natureza, beleza distintas...



QUEM SE ENGANA
são as pessoas que não tem malícia para com outra pessoa, pessoas que ainda possuem uma inocência até perde-la por uma decepção amorosa, quem ama mais na relação se engana porque o amor tudo suporta e tudo crer e muitas vezes se cega a não enxergar por não querer estar sem... Independe do gênero



A verdade que sempre na relação alguém vai magoar independente de gênero pelas marcas que a vida dá de experiências anteriores.
+1 voto
respondida por Cobre (9,6K pontos)
editado por
Seu Pere,
É mto mais fácil enganar uma mulher .
A fórmula é simples : excesso de elogios,promessas que nunca vai cumprir e a clássica : eu sou diferente.
No que diz respeito a fragilidade da autoestima feminina , temos séries,filmes,novelas e até livros inteiros corroborando para a ideia de "sexo frágil" aonde que muitas precisam ser conquistadas e queridas.
A princesa em busca do seu cavaleiro.
Parece que escrevo algo obsoleto mas é uma realidade atual .
Então se inicia uma disputa sem fim pela presa mais fácil a medida que as presas a buscam  seu lugar de destaque.
E assim vamos  vivendo
Para mim como humanista  me parece um descrédito total à criatura entrar em disputas ridículas aonde o único propósito é rebaixar outros seres em detrimento de um único querer.
Se há algum "querer" que seja pelo expansão da sua verdadeira força interior, a busca do meu Shangri-La.Aquele onde nenhum hedonismo egóico de terceiros me menospreze.
Isso é respeito por si e pela vida .
Mas é tão mais convincente outro lado né
Enfim,
Assim caminha a humanidade ...
+1 voto
respondida por Ouro (71,5K pontos)
Aquele que não enxerga  o que tá bem debaixo do nariz. ..mundo e chapado  de gente sonsa  duas caras , safada  mesmo. ..

Perguntas relacionadas

+7 votos
12 respostas
+5 votos
4 respostas
+4 votos
1 resposta
perguntado 1 Set em Esporte por GLOOVESTREET Prata (49,7K pontos)
+3 votos
3 respostas
perguntado 1 Set em Esporte por GLOOVESTREET Prata (49,7K pontos)
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...