+3 votos
19 visitas
perguntado em Arte e Humanidades por (154 pontos)
Eu gostaria que alguém pudesse me dar algumas dicas, ou então manter contato para ir me auxiliando melhor nesse processo de criação. Dai no caso deixar o número aqui nas respostas ou o email para eu contatar e me passar o número por lá

2 Respostas

0 votos
respondida por Ouro (57,9K pontos)
O povo aqui é um pouco preguiçoso para esse tipo de coisa, acho que não vai rolar não rsrs
0 votos
respondida por Prata (44,3K pontos)
Primeiro que nada, UMA RIMA NAO É UM POEMA. Ninguém te obriga a conhecer as regras de um alexandrino, extremamente eficiente para os poetas de baixa memória, ou um hendecasílabo, por exemplo, para escrever em seu diário pessoal; mas se a sua idéia é escrever poesia para que outra pessoa possa le-la, é desejável ter a gentileza para escrever algo sem muitas aspiracoes ruptistas.

Todos sabem, ou fingem saber, que nao existe género, como a poesia gótica. Porém, se voce é uma daquelas pessoas que nao se limitam ao que os academicos decidem oficialmente batizar, é importante que voce conheca alguns segredos para escrever poesia.

O principal em todo trabalho poético é escolher um tema.

Talvez isso tenha a ver com algum amor perdido, com a morte, nostalgia, tristeza, melancolia. Em suma, as possibilidades da miséria humana sao infinitas, viu.

A única coisa necessária é que voce saiba sobre o que vai falar, ou melhor, o que quer transmitir. E, em seguida, se prepare para multiplicar essa busca. Um poema que só tem uma interpretacao possível, é um mau poema.

Agora passamos para o desenvolvimento do poema.

Se o seu poema é sobre tristeza, é aconselhável evitar palavras que se referem diretamente a este estado emocional. O que voce procura é transmitir seus sentimentos, nao descreve-los.

Há um caminho que o leitor sempre aprecia, ás vezes inconscientemente: eficácia.

Se voce tem uma tendencia para o barroco, bem, deveria evitar a poesia gótica tanto quanto possível. Um bom poeta sempre soa natural, precisamente porque ele usa as palavras que conhece e as usa com total fluencia; elas nao parecem ser inseridos no poema pela forca.

E para que as palavras nao soem inventadas, para que o leitor sinta que elas sao suas, é necessário ler e muito.

Uma dica final para escrever poesia gótica: a literatura é uma arte e, como toda arte, é um veículo incompleto, que precisa de um receptor para existir.

A imaginacao do autor deve estimular o leitor, incitá-lo com texturas e sutilezas, forca-lo, de alguma forma, a se envolver ativamente no evento poético.

Tome o poema como um exemplo;

E esperarás sorrindo, e esperarás chorando!
quando minha alma chegar, talvez rezes pensando
que o céu docemente derrama em teu peito.

Por ela, amor divino, tem um diva de calma
ou com o lírio místico que é sua arma, minha alma
desligará uma a uma as rosas do teu leito.

Observe a ausencia de túmulos, mausoléus, criptas e lápides; porém, ninguém poderia dizer que nao pretende a ser catalogado como um poema gótico.

Observe agora a incomum ausencia de descricoes ou referancias circunstanciais: nao sabemos se o céu estava nublado ou quao branco é o lírio ou a forma da cama. Ignoramos de quem é aquele peito nem como se faz para desligar uma rosa.

Tudo isso acontece e, porém, o céu, o lírio, a cama, o peito e a rosa que se desliga sao diferentes para cada um de nós.

Boa tarde.

Perguntas relacionadas

+3 votos
2 respostas
+10 votos
3 respostas
perguntado 2 Jul em Curiosidade por Rimador Bronze (10,5K pontos)
+3 votos
1 resposta
+2 votos
1 resposta
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...