+4 votos
48 visitas
perguntado em Religião e Espiritualidade por (4,1K pontos)

Não só descrentes e ateus criticam muito esse livro que é o guia de judeus e cristãos, por conter erros, acréscimos e omissões, mas estudiosos em várias épocas apontam dúvidas sobre suas passagens. Como poderia  ser a palavra de Deus se tem erros?

Os estudiosos dizem que há muito mais do que os 5 apontados no vídeo, já que há milhares de traduções diferentes.

E aí?  "A verdade não pode estar em coisas que divergem"

6 Respostas

+1 voto
respondida por Cobre (9,5K pontos)
selecionada por
 
Melhor resposta
Não acredito.
comentado por Cobre (9,5K pontos)
Obrigada
+2 votos
respondida por Platina (78K pontos)
editado por
A bíblia confunde mesmo quem não tem o Espírito de Deus.

Quem ainda acredita que os cristãos crêem em Deus,  somente  pelo  estudo literal
das palavras  bíblicas, está cometendo um grande engano, existe um entendimento que vai além das palavras.

Já devem ter ouvido alguém dizer que Deus desvenda os mistérios de suas palavras aos sinceros, aos que tem  fé, pois essa é a verdade.

Os que não são sinceros, podem decorar todas as letras da bíblia, conhecer cada texto, mas nunca desvendará os mistérios por trás desses textos.

Não importa realmente se aconteceram trocas de palavras, a essência oculta das palavras é que chega aos fiéis.

Só um detalhe que percebi nas respostas.

O "venha a nós o teu reino", da oração do Pai Nosso, significa que estamos convidando Deus para reinar em nossas vidas.

"Pois teu é o reino, o poder e a glória" significa que estamos dizendo a Deus que tudo em nós nosso corpo, nosso espírito, nossa vida é o reino Dele, e estamos pedindo a Ele que nos use, para mostrar o poder e a glória Dele.

E só complementando, a bíblia diz que o príncipe desse mundo cega o entendimento de muitos.

Como isso é verdade, podemos falar dos misterios de Deus, mas tudo se discerne, se perde na mente dos incrédulos, eles não conseguem entender.

Creio que o que vem na mente deles no momento é que tudo isso é loucura, pois Deus não existe, e assim bloqueiam a verdade.
+1 voto
respondida por Cobre (5,8K pontos)
Se você pegar uma tradução moderna da Bíblia, vai ver que a passagem da mulher adúltera e o "pois teu é o reino, o poder e a glória" estão entre colchetes. Os católicos nem rezam mais esse trecho final. Ou seja, essa menina descobriu a América e ainda disse que "Deus" - e não Jesus - ensinou a rezar o pai nosso.
Muitos religiosos conhecem esses detalhes e não vão perder a fé por causa disso. Aliás, brigar por crença é coisa muito ultrapassada!
+1 voto
respondida por Bronze (21,2K pontos)
Olá Paul!
Assisti o vídeo..
Se temos algo traduzido, já não temos algo, temos "alguma coisa".
As palavras têm significados próprios, em cada idioma. Há muitas traduções que deixam a desejar por incapacidade do tradutor em transmitir o significado ou mesmo pela ausência de palavra que expresse o que a palavra original diz. E também podem ocorrer acréscimos, como vimos neste vídeo. O jejum veio bem depois, sei lá por que. Talvez por uma cultura da época.
Vc já leu O Livro de Urantia?
Apesar de ser bem detalhado e com denominações bem distintas para tudo o que foi escrito, é praticamente impossível entender na íntegra. Não temos o alcance para tanto.
Há coisas que desconhecemos, coisas que conhecemos, coisas que vislumbramos, coisas que achamos que é ou que não é e por aí vai. E tudo isso caindo nas mãos de tradutores... ai ai ai... é como um telefone sem fio.
Enfim, sendo ou não a palavra de Deus manipulada pelos homens sem saber para que fim exatamente, gosto das leituras bíblicas e retiro dali muito conhecimento que quando "vibra em mim" aceito como verdade.
Mas de maneira alguma transmito o que considero verdade, pois cabe a cadaum a opção de querer ou não crer seja lá no que for.
E também não admito que malucos fanáticos venham querer me fazer conversão rápida...rssss
:)
+1 voto
respondida por Ouro (59,1K pontos)
Eu acredito q a bíblia foi escrita por judeus para judeus  com um "deus q os escolheu como o povo preferido dele", visando política e obediência do povo.
Outros povos a adotaram e passou a ser" um mesmo  deus que fala coisa diferentes para cada povo"
Daí nao haver entendimento entre eles sobre a interpretação e ter sido necessário o NT tendo Jesus como "novo deus"
Foi escrita por homens de acordo com a sociedade, política, desejo de poder da época., não por um deus.
Não abri o vídeo, apenas respondi o q creio.

No Pai Nosso original era : Pai nosso que estais noS céuS  -   curioso, no plural. Mas daí é outra questão, sobre as cenas descritas na bíblia q sugerem ufologia, q os homens não sabiam explicar.
0 votos
respondida por (322 pontos)
Sim. Acredito que ela é a palavra de Deus do começo ao fim. Mas não é apenas mera crença. Estudo o assunto há mais de 40 anos.

Concordo que a verdade não pode estar em coisas que divergem. Mas precisamos ver se realmente divergem.

Sobre traduções da Bíblia concordo com você que houve muitos erros e acréscimos de tradução. Esses podem ser descobertos por um estudo comparativo dos manuscritos disponíveis, inclusive na internet. Sobre as divergências de tradução mencionadas no vídeo:

Sobre a passagem de atire a primeira pedra, concordo que em manuscritos mais antigos ela não aparece.

Sobre Jesus não ser o primogênito gostaria que você citasse os manuscritos na qual a tradução não o chama de primogênito. Para estudar o assunto em mais detalhes, pois desconheço tais manuscritos. Concordo que Maria teve outros filhos depois de Jesus. A Bíblia é clara em dizer isso.

Solicito o mesmo quanto à oração do Pai-nosso. Apresente os manuscritos citados no vídeo com traduções variantes, pois os desconheço. Aqui sei que a frase final "pois seu é o reino, o poder e a glória" não consta em diversos manuscritos.  Isso também já é conhecido dos que estudam o assunto. Adicionalmente, concordo que não foi Deus que ensinou a oração. Jesus era um ser humano, filho do homem, como ele mesmo disse e não o próprio Deus.

Concordo com você sobre o texto de 1 João 5:7,8. A adição pode ser vista claramente por observar a passagem no manuscrito sinaítico, disponível na internet e até nas traduções católicas já se admite que a adição aconteceu.

Sobre a palavra "jejum" no texto de Marcos concordo com o vídeo que é uma adição ao texto.

Note que o fato das traduções serem traduções e não o original leva a conclusão que diversos textos podem ter sido alterados. Mas na própria Bíblia vemos evidência de que isso seria assim. Em Atos 17:24-28 se diz que teríamos de procurar por Deus "tateando". Quando procuramos uma coisa tateando estamos no escuro. Isso significa procurar cuidadosamente até encontrar a verdade sobre o assunto. Para encontrarmos o que realmente estava na Bíblia precisamos procurar realmente. A Bíblia, por ser a palavra de Deus, discerne os pensamentos e a intenção do coração da pessoa de quem a lê. (Hebreus 4:12) A pessoa encontra nela o que deseja achar.  Note que se a pessoa que produziu o vídeo for procurar ela encontrará as mesmas respostas que eu dei acima.

Perceba ainda que ela não citou as fontes de suas conclusões. É interessante sempre, ao ver um vídeo assim, que a pessoa apresente quais os manuscritos a que se refere. Por acaso, eu sei que o vídeo está falando a verdade na maioria dos casos porque conheço os manuscritos envolvidos.  Mas ele faz pelo menos duas afirmações sobre manuscritos que nunca vi e não os cita. Seria interessante se alguém os citasse para analisarmos as passagens. Alguém se habilita?


Com certeza vamos poder trocar ideias sobre isso no futuro. O próprio fato de você ter citado a Bíblia nessa pergunta após meu comentário à sua pergunta sobre a origem da sabedoria de Jesus (que ainda não respondi por estar analisando o assunto, ok?), mostra isso.
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...