+8 votos
33 visitas
perguntado em Família e Relacionamento por Bronze (16,1K pontos)

Encruzilhadas.... 
Temos que tomar decisões, escolher caminhos, e não há um meio termo... nunca há. 
Já foi dito que "para cada escolha, uma renúncia", portanto: 
O melhor é ser "tolo" e fazer o melhor aos olhos alheios (mundo - tradições religiosas e sociais) e frearmos nossas ambições "transgressivas", sentindo-nos por vezes frustrados e deprimidos ou 

ser "perverso" (ao mundo e suas tradições) e fazermos o melhor a nós mesmos, utilizando esta "transgressão" como um meio evolutivo? 

Entenda-se <melhor a nós mesmos> o que de fato julgamos que seja O melhor! 
:)

3 Respostas

+1 voto
respondida por Prata (44,3K pontos)
selecionada por
 
Melhor resposta
"Tolo ou transgressor" nao interessa, enquanto há que ser SINCERO COM UM MESMO.

Basta com SER sem fazer-te. Muitas pessoas condicionam sua maneira de pensar e sentir por medo de serem estereotipadas, mas o pior condicionamento é imprimido na mentalidade de alguém que nao consegue se livrar do seu preconceito próprio. ¿Como se faz? ser e já, a essencia de cada um reside no inerente ao ser em si mesmo. Voce é tres pessoas; aquela que voce pensa que é, aquela que as pessoas pensam que voce é e a que voce realmente é.

Está claro que ao ser transgressor a pessoa, também, está com o risco de levar a incompreensao de alguém mais. Há que agir livre e sincero com um mesmo, sem disfarces, sem máscaras MAS sem ofender o espaco eo direito da outra pessoa. Até porque muitos transgressores na verdade só querem se dar de rebeldes sem causa, chamar a atencao, ou seja, nao estao querendo dar liberdade á sua humanidade, senao alimentar seu ego e narcisismo, só será mais um louquinho revoltado com a vida.

Nos goste ou nao, vivermos num mundo social, onde há leis, regras garantindo tua liberdade, mas a do outro também.

Como disse o grande Albert Einstein na sua carta "da felicidade";  A CALMA E UMA VIDA MODESTA TRAZ MAIS FELICIDADE DO QUE A PERSEGUICAO DO ÉXITO COMBINADA COM A CONSTANTE AGITACAO.

Bjs.
+1 voto
respondida por Ouro (63K pontos)
Depois de se tornar perverso não conseguimos mais ser tolos e muitas vezes dá uma certa invejinha da felicidade dos tolos....
+1 voto
respondida por (4,9K pontos)
Rosa, escolho a perversidade.
Sua pergunta remete  à filosofia de Ayn Rand.
Sugestão de leitura: A Revolta de Atlas.

Perguntas relacionadas

Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...