+18 votos
55 visitas
perguntado em Religião e Espiritualidade por Cobre (7,8K pontos)
... as pessoas como se não houvesse amanhã?
Até o assassino de um filho?
.

7 Respostas

+1 voto
respondida por Bronze (22,5K pontos)
selecionada por
 
Melhor resposta
Tem um filme chamado "Terra Selvagem". Ele conta a história de missionários americanos , protestantes que foram martirizados no Equador por índios Waodanis.

Os índios desta tribo, estavam em processo de extinção, mas por causa do trabalho missionário, eles pararam de se matar.

O interessante é que os missionários foram mortos por causa de uma mentira. Uma india da tribo, criou uma história para esconder que ela tinha praticado adultério, algo que entre eles era punido com a morte.

Apesar de estar dentro do contexto de sua cultura, e ter matado Jim Elliot, o cacique Mincayani não era uma pessoa de má índole.

Mincayane, arrependido,  contou que matou Jim Elliot a seu filho. Este o perdoou e hoje Mincayane e ele são amigos.

Sim Rosa, é possível, mas têm que ter um espírito elevado.



Abraço.
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Superconcordo contigo.
Tem que ter uma consciência espiritual diferenciada, elevada, para considerar todo o contexto  com as virtudes que poucos têm.
Compreensão, bondade, caridade, misericórdia.
Agora sim, me sinto um grão de areia no deserto, pois não tenho essa superioridade.
:)
+1 voto
respondida por Cobre (8,5K pontos)
Você diz que seus pais não te entendem mas você não entende seus pais

As vezes se arrependem, as vezes é tarde demais
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Boa música né?
:)
comentado por Cobre (8,5K pontos)
Demais da conta
Não é uma afronta (é uma baita canção)
comentado por Cobre (7,8K pontos)
.....
;)
+1 voto
respondida por Prata (33,3K pontos)
editado por
Eis que essa questão me fez viajar...

Se o filho de uma pessoa pega uma criança e a violenta e a desfigura ou  tal causa algum mal e em retaliação ou defesa do indefeso alguém assassina tal pessoa, seja no primeiro caso efetivamente OU metaforicamente - morrer do seu coração pelo mal que fez - será que é errado não amar? Seria certo culpar esse dito "assassino"?...  Nada deveria justificar tirar  avida de uma pessoa, assim como não deveriam destruir sonhos, esperança, a alegria de ninguém por bel prazer e essa pessoa não aceitar mais passar por isso e esquecer...

Só quis relatar essa situação hipotética mas perfeitamente real na vida humana de algumas pessoas para dizer que não é fácil AMAR... Que em uma história existem dois lados, que disso tudo o que se deve observar É O CORAÇÃO DAS PESSOAS... suas atitudes em relação a outras pessoas, levando em consideração a lei de ação e reação.. A intenção de cada um de nós e se as ações que provém das nossas imperfeições são apenas uma legítima defesa ou intenção do nosso ser em praticar o mal.

veja bem... o próprio filho pode magoar as mães.

De qualquer forma  O AMOR deveria vencer toda dor, ainda que de um assassinato mas não é simples assim.
comentado por Prata (33,3K pontos)
"Mas é fácil analisar a vida de outros, não sei se seria fácil se acontecesse comigo." >>> É ISSO... a nossa parcialidade falando, o que mexe com a gente porque não temos domínio da razão em momentos extremos. Eu também não sei ... Só sei que se um filho meu fosse mal, seria meu dever buscar que ele fosse melhor ou na minha falha como mãe eu iria entregar a polícia e ele pagar pelos erros, eu não aceitaria que fizesse mal a outras pessoas... só não o abandonaria.

Eu também não passei por isso mas pelo que já vi na televisão eu tenho uma certa ideia ou impressão de como acho que seria, a ideia que tenho de que os pais existem para educar e não apoiar os erros, alienação ou o que for do filho caso este não tenha uma boa conduta, ao menos meu papel de mãe... para ter uma consciência tranquila, buscar que seja uma pessoa integra e  justa dentro do meu conceito coletivo de justo eu faria... e entendo que mesmo assim poderia ser diferente.. como você mesma disse "O que escrevemos aqui são hipóteses".
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Fazemos a nossa parte para o mundo de acordo com o que achamos correto pois não somos pessoas de má índole. Nem sempre superamos nossas próprias expectativas, mas tentamos, e o que fazemos ou deixamos de fazer já é válido para formarmos moralmente nossos filhos.  Acho um tanto impossível assim, termos maus filhos. Sem contar com drogas, claro... as drogas tiram a vida muito antes da morte. Então, no caso de ter um filho assassinado por um drogado, malfeitor, criminoso, eu creio que além de toda a idealização para uma vida feliz para um filho ser frustrada ainda viriam todas as fases cruéis de um luto. Eu JAMAIS amaria um assassino de filho meu. Não nesta vida.
Admiro sinceramente aquelas mães que conseguem perdoar. Elas estão num patamar muitíssimo mais alto que o meu!
Meu coração me diz constantemente que eu sou boa. O tum tum é de paz. Mas só de imaginar essa conversa toda... cruzes! Ja matei mil vezes o assassino!! hahahaha
comentado por Prata (33,3K pontos)
Nem eu amaria uma pessoa assassina, ainda que fizesse isso com outra pessoa e não fosse parente meu e nem sangue do meu sangue. Também não tenho essa capacidade elevada de amor.

Como eu li hoje sobre suicídio e aí me veio a mente: e quando a própria família, mãe, pais causam isso ainda que sem intensão? Daí  a resposta, é um assunto complexo... Transferir o erro para outra pessoa? Entender que a pessoa não queria nascer e não é culpa de ninguém ou se auto culpar? O que quero dizer é quando algo na família induz alguém a fazer isso ainda que não cometa o ato... onde cabe o amor? Onde cabe o perdão?


Eu nem imaginei mentalmente e entendo seu ponto de vista
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Então vamos pular para as perguntinhas alegres...rs
ui ui uiiiii
Bjo
comentado por Prata (33,3K pontos)
Vamos sim ... pular para as perguntas alegres (=
+1 voto
respondida por (3,3K pontos)
É preciso amar com moderação, dentro do possível e com uso da razão. Assassino de filho, nem perdão deve ter, amar? Nem pensar!
comentado por Cobre (7,8K pontos)
editado por
Pois é... é difícil amar assim....
Aliás, já é difícil amar com todas as alegrias, imagina na tristeza mais profundas de uma mulher... aff
:(
comentado por (3,3K pontos)
As lembranças ajudam a nós manter vivas. Tivemos grandes conquistas. Amadurecemos, aprendemos a administrar as perdas. Quebramos "unhas e bicos", trocamos de "penas" pra plagiar as àguias.
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Nossa, que tudo!
Bem isso!!
+1 voto
respondida por Prata (25,9K pontos)
"Amar é preciso; viver não é preciso" - Fernando pessoa.
O Amor,  tanto quanto sei, não é racional. O Amor chega sem se fazer anunciar... Ele chega de mansinho, sorrateiro e imprevisível, ele não se faz anunciar... O Amor é louco, e não faça pouco dessa loucura;
                            Pois há quem ria, e fique algum dia; louco sem "cura"...
                            O Amor é insensato; nunca ví tonto maior,
                             Anda sempre ao desacato; e se o mal tratam ainda é pior!
                              Anda por ai a toa, Liga a todos, e a ninguém;
                             Hora amua, hora perdoa...E até magoa quem lhe faz bem...
Abraço
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Que lindo!!
:)
+1 voto
respondida por Prata (40,1K pontos)
E...a vdd que sim. O amor é o que marca a diferenca entre viver-se ou simplesmente existir-se.
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Será que damos a mesma importância do amor escrito ao amor vivido?
Ou idealizamos algo que, no dia a dia, é difícil de realizarmos...
Essas questões perambulam pela minha cabeça...rssssss
Obrigada pela resposta!
:)
+1 voto
respondida por Ouro (71,9K pontos)
Não precisamos amar o assassino de nosso filho, é só não guardar ódio por ele, procurar perdoar.

Jesus nos ensinou isso na cruz, pediu para Deus perdoar aqueles que escolheram crucifica-lo, usando essas palavras:

"Perdoa-os ,  eles não sabem o que fazem".

Os cristãos hoje sabem porque muitos cometem erros, sabem que apesar de ter sido  escolha da pessoa errar, ela não esteve sozinha nesse decisão.
comentado por Cobre (7,8K pontos)
Sim, procurar perdoar já chega no meu patamar.
Amar, não conseguiria. Não hoje.
:)

Perguntas relacionadas

Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...