+7 votos
56 visitas
perguntado em Religião e Espiritualidade por Prata (32,6K pontos)
editado por
O poder de escolher, de ser livre seria dado ou retirado das pessoas?  Criaria robôs a te obedecerem ou almejaria ser reconhecida (o) pelos seu esforços criativo? Daria esse poder de escolha e ser destituído do cargo de governante do seu planeta? Como agiria?



Acredita ou discorda da forma que o Universo criou o ser humano o deixando livre?

8 Respostas

+1 voto
respondida por Ouro (57,5K pontos)
Vixe..

Criaria um Planeta só meu.. e.e
Muito egoísmo.. '-' rsrs
Criaria apenas doses de bondade para mim.

A forma como foi criado o Universo.. eu não conseguiria tamanha magnificência..
comentado por Prata (32,6K pontos)
rsrs esperta em rsrs
+1 voto
respondida por Prata (26,6K pontos)
O que eu entendo por bom é diferente do que todos entendem por bom. Não posso diser que o que eu considero bom é certo e dos outros incorretos...é provável que haveriam críticas quanto à minha criação.

Seria limitado para fazer o que considero bom. Haveria liberdade dentro das minhas leis.

Algo entre robôs e humanos. Só o melhor de cada um.

Não, eu seria o governante. A menos que comecem a surgir críticas da minha administração.

Discordo da forma que o universo criou. Não existem leis que limitem o ser humano e está dando nisso. Não pode ser preto no branco, liberdade ou robótica, nem ter ambiguidades nas leis ou dúvidas.
comentado por Prata (32,6K pontos)
Olha só... não abdicaria do seu poder e vê que nem todos concordariam contigo. Você se vê como um ser imperfeito que criaria um mundo imperfeito. Em nenhum momento lhe passou o pensamento de ter o discernimento do bem e do mal a saber o que era o melhor para as pessoas, dessa forma crê como ideal uma sociedade ao seu comando ainda que as pessoas fossem livres para decidir e isso entraria um tanto em choque com seus valores ao mesmo tempo que compreenderia essas diferenças por entender que as pessoas são diferentes.

E também não concordo com o nosso estilo humano de viver e conduzir as coisas por aqui dando estes erros ou dando nisso como falou.
comentado por Prata (26,6K pontos)
Pelo contrário, no quarto item eu disse que abdicaria. Acredito que faria um sistema inicialmente sobre meu total poder e mudaria para democracia caso haja insatisfação da maioria.
Depois de abdicado meu único papel passaria a ser fazer o bem da nação: defender a democracia, a educação, a alimentação para todos.
comentado por Prata (32,6K pontos)
agora entendi  ... Eu achei doido , desculpe, alguém tem o poder e abdicar porque não gostaram, na verdade as pessoas poderiam ser más e injustas e poderia resultar em uma situação pior, caso quem fosse o substituir fossem alguém perverso e mal.  Seria como lavar as maõs, como Pilatos fez ou buscar trabalhar para algo bonito, como descreveu que faria.
comentado por Prata (26,6K pontos)
Eu limitaria em criação pelo que considero bom ou mal. Nesse caso pela minha visão a maldade só poderia residir em mim e qualquer crise seria devido a erros meus.
+1 voto
respondida por Cobre (8K pontos)
Criaria o bem e o mal
Mas não haveria castigo no final

Cada um arcaria com as próprias consequências
E suas diligências
comentado por Prata (32,6K pontos)
humm.. então acredita que o mal é necessário e que a escolha deve ser dada as pessoas. Com consequências que são castigos no entanto as pessoas colheriam o que plantavam e iriam TE CULPAR, achando que você estava os punindo enquanto você apenas deu a liberdade  e a lei do retorno. Olha só... não te vejo tão ateu assim... acredito que nosso modelo é desta forma e nós somos os rebeldes
comentado por Cobre (8K pontos)
Eu seria justo, não seria injusto
+1 voto
respondida por Ouro (63,5K pontos)
Eu criaria ambos porque deve haver um equilíbrio ...beijos Florzinha. ..
comentado por Prata (32,6K pontos)
bjs lindinha (=
s2
+1 voto
respondida por Prata (30,2K pontos)
Teria justiça
comentado por Prata (32,6K pontos)
Difícil é controlar as pessoas para o lado justo. Que bom que o que te domina é o lado justo da força (=
+1 voto
respondida por Prata (29,9K pontos)
Criaria vários escravos e colocaria na cabeça deles que me servir o tornam felizes kkkk.
comentado por Prata (32,6K pontos)
kkkkkkk tá certo (=
+1 voto
respondida por Bronze (10,6K pontos)
Ah, menina, por vezes umas maldadezinhas brancas são necessárias, né? Kkkkk
comentado por Prata (32,6K pontos)
Existe uma vertente que crê nisso, de que se fosse só bom seria monótono.
bjs
comentado por Bronze (10,6K pontos)
Também penso assim.
+1 voto
respondida por Ouro (71,4K pontos)
Criaria seres com a capacidade de escolha, de decidir por conta própria o melhor a fazer.

Mas me preocuparia em separar os que escolhessem o mal, para qure não influenciem as escolhas dos outros.

Nesse local para onde enviaria os que escolheram o mal, daria a chance a minha criação de reverem suas escolhas, depois de conviverem com os resultados que o mal traz.

Os que se voltassem para o bem, teriam o direito de serem resgatados, de voltar  para o local do bem.

Os que insistirem na escolha do mal, permanecerão no mundo do mal, pois seria injusto de minha parte ir contra a vontade deles, só que nada mais posso fazer por eles, a não ser deixá-los viver o mal que escolheram.

Me retiraria da vida deles,e iria cuidar dos que escolheram o bem sómente.
comentado por Prata (32,6K pontos)
Acho justo sua forma de Governança (=
abraço (=
comentado por Ouro (71,4K pontos)
Sim,mas devo confessar que descaradamente plagiei a forma do agir de Deus, que é sem dúvida, perfeita.
comentado por Prata (32,6K pontos)
rsrs É, vi uma semelhança e como você é cristão eu tinha cá para mim que é a verdade que habita em seu coração.

abraço (=
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...