+7 votos
29 visitas
perguntado em Tecnologia e Eletrônicos por Cobre (8,6K pontos)


Erica é um robô japonês desenvolvida pela parceria entre as universidade de Osaka e Kyoto, o Dr. Ishiguro, criador da Erica, desde 2014 tenta colocar sua criação na televisão, agora conseguiu, Erica é âncora de um jornal.

http://www.jornalciencia.com/conheca-erica-robo-hiper-realista-que-ira-substituir-apresentador-de-telejornal-em-tv-japonesa/

2 Respostas

+1 voto
respondida por Ouro (69,4K pontos)
selecionada por
 
Melhor resposta
Com esse excesso de população, ainda ficam criando inteligências artificiais.

Já tá faltando emprego, e ainda  resolvem criar robôs e dar bons cargos a eles, onde vai para nossa aposentadoria, se cada vez menos gente está empregado e pagando INSS. kk

Aí as pessoas ficam falando, nossa!!! , viu que maravilha, já temos robôs, sem saber que vieram para tomar o lugar deles.
comentado por Cobre (8,6K pontos)
E eles ainda não precisam receber, acha que tem como competir? kk

Vou te falar que estou ficando impressionado, essa é interessante pelo modelo visual e o sistema de voz, mas a pesquisa da Microsoft e da Google estão muito avançadas na inteligência artificial, por enquanto operando só como sistema de auxílio.
comentado por Ouro (69,4K pontos)
Sim, já li reportagens sobre isso, estão avançando bastante, mas me pergunto qual o objetivo, apenas a criação?

Fico realmente preocupado porque para um empresário é muito mais vantagem um funcionário robô, que só obedece, não fica doente, não falta, e pode ficar na empresa direto. KK

Muitos empregos já foram perdidos para as máquinas, e muitos mais serão e como ficamos, se não tem um plano B para não passarmos fome?
comentado por Cobre (8,6K pontos)
Nesse ponto tem a questão Produção e Consumo, robôs são excelentes funcionários e não exigem remuneração, porém também não consomem nada do que é produzido, sendo assim seus cargos ficam limitados aos serviços manuais e geralmente de maior exigência física.

Países com baixa natalidade e com previdência social em declínio, serão os primeiros a escolherem os robôs, já que boa parte da população possui renda e não trabalha em empregos de exigência física.

Claro que muitas profissões serão extintas, mas o ciclo é natural na evolução do mercado, acontece desde o surgimento da primeira máquina de escrever e o período da evolução industrial. Agora estamos passando pela revolução virtual e robótica.

Será certamente um cenário bem mais competitivo. '-'
0 votos
respondida por Cobre (8,2K pontos)
Ainda escolho a Epica.

Perguntas relacionadas

+6 votos
9 respostas
+10 votos
14 respostas
+10 votos
11 respostas
+12 votos
8 respostas
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...