+8 votos
36 visitas
perguntado em Educação por Ouro (59,1K pontos)

smiley

5 Respostas

+1 voto
respondida por Cobre (6K pontos)
Sim Lole, tento não prejudicá-los e alerto outras pessoas a não fazerem isso. Ninguém tem o direito de prejudicar os animais.
comentado por Ouro (59,1K pontos)
Obrigada por eles.

muita gente é ruim com eles, aqui mesmo vejo
comentado por Cobre (6K pontos)
É triste isso :(
+1 voto
respondida por Prata (26,2K pontos)
Eu sempre gostei de animais. Na infância já tive marreco, coelhos, porquinhos da Índia, gato, cachorro e até tartarugas.

Como diz as Escrituras:

" O justo tem afeição pela vida de seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis"

Provérbios 12:20

Abraço.
0 votos
respondida por Ouro (64K pontos)
Isso é a vontade de todos, embora ainda existam quem prejudique por interesses comerciais.

Beijos.
0 votos
respondida por (4,3K pontos)
É isso aí
0 votos
respondida por (3,1K pontos)
Haverá quem diga que não ajuda, mas procura não prejudicar, mas se faz um alto consume de carne já está prejudicando. Eu não sou adepto ao vegetarianismo nem ao veganismo, mas não concordo com o comercio de animais e abomino as práticas da indústria da carne. Em minha opinião, se a pessoa não pode ou não quer ajudar que ao menos prejudique menos reduzindo o consumo de carne e demais produtos de origem animal. Este é o procedimento adotado por mim além de ajudar animais sempre que há necessidade: animais abandonados, feridos, famintos, correndo algum perigo. Nunca neguei ajuda para nenhum deles, sejam eles animais domesticáveis ou selvagens.

O meu amor por animais vem desde a infância quando meus avós criavam em casa galinhas, pássaros, cães, gatos e coelhos. Mas meu amor não está restrito apenas aos animais domesticados, mas a todos nossos irmãozinhos de todas as espécies existentes. Nunca fui de acordo que mantivessem aqueles pássaros presos em gaiolas com o objetivo de apreciar seu canto. É tão mais bonito o canto de pássaro livre porque canta por prazer e não por consolo. Não concordava que matassem frangos, galinhas para consumo, mas eu era apenas uma criança e não era ouvido. A vontade dos meus avôs estava acima da vontade de qualquer um que não concordasse. Felizmente abandonaram a prática de criar pássaros presos, mas a prática de matar para se alimentar da carne do animal não acabou embora tenha se tornado rara aqui em casa. Hoje minha família continua consumindo carne, porém, bem menos que antes.

Perguntas relacionadas

+6 votos
4 respostas
perguntado 24 Ago, 2017 em Curiosidade por Jaci a Diva Prata (37,3K pontos)
+20 votos
18 respostas
Seja bem vindo ao Gloove, seu novo site de perguntas e respostas. Crie uma conta gratuita e participe!
...